As ruínas de Angkor, no Camboja


Imaginem o Camboja, entre os séculos IX e XV.

No auge do império Khmer.

Agora, imaginem uma cidade com mais de um milhão de habitantes.

A cidade é a capital desse enorme império. É gigante se comparada às outras cidades da época.

E, do nada, a cidade se esvazia.

Estou falando de Angkor, cidade que entrou em declínio e, em poucos anos, foi abandonada e engolida pela selva. Até hoje não se sabe direito o que aconteceu para que ela se esvaziasse tão rápido.

Angkor Wat, principal templo da antiga cidade

Angkor ficou abandonada por centenas de anos até que, em 1850, uma expedição francesa (re)descobriu a cidade, em ruínas, no meio de uma floresta imensa.

Hoje, Angkor é uma das mais preciosas relíquias arquitetônicas, arqueológicas e históricas do mundo, foi decretada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, e está aberta a visitação. São kms e mais kms de ruínas tomadas pelas árvores.

Curiosidade: Em Angkor foi filmado o filme Tomb Raider, com a Angelina Jolie.

A Ásia é cheia desses macaquinhos, mas tome cuidado porque eles costumam atacar.

Para visitar Angkor, é necessário se hospedar na cidade de Siem Reap.

Seguem algumas dicas para quem está planejando ir conhecê-la:

1.

Dois dias é o tempo mínimo que você deve ficar na cidade, menos que isso é muito pouco.

Com três dias você consegue conhecer Angkor mais detalhadamente.

2.

Faça o passeio por Angkor de tuk tuk. A pé é impossível, pois o lugar é imenso. De bicicleta deve ser muito difícil pois, além de ser muito grande, a temperatura consegue ser pior que o Rio de Janeiro no verão. De carro é sem graça, pois você vê tudo de uma janelinha. Tem gente que faz o passeio de elefante, mas é extremamente cruel; as agências não dão a mínima para o bem estar dos animais e já tiveram casos de elefantes que morreram nesse passeio.

3.

Não sei se em todo o país é assim, mas em Siem Reap todos os estabelecimentos aceitam dólar. Até carrinho de Mango Shake de rua aceita dólar. Então não precisa trocar dinheiro nenhum para conhecer Siem Reap. As vezes eles te darão o troco em Riel (moeda do país).

4.

A cidade não tem nenhum outro ponto turístico além de Angkor, então não se preocupe em reservar um dia a mais para conhecê-la.

5.

Além de Siem Reap, outro lugar turístico no Camboja é a capital, Phnom Penh.

A cidade é um ótimo lugar para quem quer conhecer mais sobre a história do país, principalmente sobre o Genocídio Cambojano que ocorreu em 1975. Eu infelizmente não tive tempo para conhecer a cidade, mas ouvi falar muito bem sobre ela.

6.

É interessante assistir um show da dança típica cambojana (se chama Apsara Dance) quando estiver no país. No restaurante Temple Balcony, em Siem Reap, todos os dias tem uma apresentação gratuita, basta chegar cedo, pegar um bom lugar e jantar lá.

#Camboja #Angkor #AngkorWat #SiemReap

Amanda Areias

Programadora e designer gráfica por profissão, viajante por paixão e feminista por necessidade.​

Mochileira desde os 17 anos, sempre em busca de lugares, culturas e pessoas novas.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon