Amanda Areias

Programadora e designer gráfica por profissão, viajante por paixão e feminista por necessidade.​

Mochileira desde os 17 anos, sempre em busca de lugares, culturas e pessoas novas.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Mulher sozinha pelo Egito?

March 1, 2018

 

 

Antes de ir para o Egito, quando estava planejando a viagem, li vários relatos sobre como era viajar por lá sozinha sendo mulher, e a verdade é que 95% deles não eram nada otimistas.

"Não vá sozinha", "Contrate um guia para ficar o tempo todo com você", "Vá com algum homem", "É um país muito perigoso" e "Mulheres lá são muito mal tratadas" foram frases que ouvi e li diversas vezes antes de ir, o que com certeza não me deixaram nem um pouco mais tranquila. Mas eu já tinha ido à Índia sozinha e conhecia bem como era feito esse terrorismo todo sobre países e mulheres viajando sozinha por eles: na enorme maioria das vezes são pessoas que mal conhecem o lugar, e que apenas repetem o que ouvem falar.  Sei que elas não fazem por mal, que a preocupação é genuína, mas é preciso tentar ao máximo ignorar os estereótipos que são feitos dos países e tentar ver por conta própria como eles realmente são.

 

Dessa forma, resolvi ir mesmo assim. E descobri que o Egito é um lugar muito pouco violento, e que os riscos que o país apresenta para mulheres viajando sozinha são bem baixos, menores até que no Brasil. O Egito me recebeu de braços abertos, e foi uma viagem absolutamente maravilhosa. Todo dia que estava lá percebia como é importante ouvir a própria intuição e, de vez em quando, ignorar os conselhos que nos são dados.

Viajei de ônibus, andei sozinha a noite, acampei, usei biquini, dividi quarto com outros egípcios, comi na rua, peguei metrô e muito mais, sem sentir nenhum tipo de risco em momento algum. Fui super bem tratada o tempo todo e nenhum homem me abordou de forma machista ou violenta.

Obviamente não estou dizendo que isso não aconteça por lá, porque acontece no mundo inteiro e em países subdesenvolvidos com mais frequência ainda, mas não é algo comum, e não é um país perigoso, nem para mulheres nem para turistas num geral. É necessário, sim, utilizar roupas compridas e discretas, afinal os costumes deles são esses e nós temos que nos adaptar aos locais que visitamos, e temos que tomar alguns outros cuidados, como não ficar andando em ruas sozinhas ou não sair a noite em certos bairros. Mas, tomando os cuidados necessários dá sim para ir visitar o país sozinha numa boa.

 

Então, se você é mulher e está querendo ir para o Egito mas tem dúvidas quanto à segurança: pode ir tranquila. Não deixa que ninguém te diga o que você pode ou não pode fazer, e não dependa de homem nenhum para fazer o que você tem vontade!

Please reload

Como criar um projeto social

August 1, 2019

Se eu pudesse te dar um conselho...

February 7, 2018

Você é insignificante

November 16, 2017

Por que você tem tanto medo?

October 3, 2017

1/6
Please reload

Outros posts:

Acompanhe a autora pelo seu instagram: @amandaeareias